• Caio Lisboa de Souza

De homem de confiança a craque do futuro: o papel dos brasileiros na conquista do Real Madrid

Casemiro, Marcelo, Éder Militão, Vinícius Junior e Rodrygo tiveram papel fundamental na conquista do título espanhol com a equipe merengue, além de Reinier, que já vem treinando com a equipe profissional e em breve marcará presença nas listas convocatórias.



Casemiro

Provavelmente um dos nome mais importantes do Real nessa temporada, Casemiro é um dos homens de confiança de Zidane, foi titular em 35 das 38 rodadas da competição. O volante, que é o jogador com mais desarmes nesta temporada da La Liga, é desde 2015 peça chave para a organização do meio campo merengue, é eficiente na marcação e também sobe com perigo ao ataque.

Pelas boas partidas na temporada, Casemiro foi escalado na seleção do campeonato pelo jornal Marca, importante veículo esportivo espanhol. Do Real Madrid, também estão escalados Sergio Ramos e Benzema.


Marcelo

Um dos capitães da equipe, Marcelo veste a camisa merengue desde 2007 e é ídolo do clube, mas nesta temporada perdeu um pouco de espaço no time titular.

O lateral viu Mendy assumir a titularidade pelo lado esquerdo no setor defensivo após já ter passado uma temporada brigando por posição com Reguilón (que está emprestado ao Sevilla). O craque brasileiro foi bastante criticado por algumas falhas pontuais e pelo time merengue ter sofrido muitos gols enquanto ele estava em campo.

Mas como um dos líderes da equipe, não se deixou abalar pelo banco de reservas e teve boas atuações quando o campeonato voltou após a paralisação, marcando inclusive um gol. Porém, ficou de fora das partidas finais por causa de uma lesão e passou a priorizar a recuperação para voltar a tempo para a Champions League.

O craque está a 11 partidas de se tornar o estrangeiro que mais vestiu a camisa do Real Madrid, e como é ídolo, com certeza ainda o veremos atuando pelo time merengue, mas não com a frequência que estávamos habituados.


Éder Militão

O defensor disputou 6 das 11 partidas da competição após a volta da paralisação, números consideráveis visto a consistência da zaga titular, composta pelos zagueiros titulares das seleções espanhola e francesa.

O craque, que também joga de lateral direito, chegou ao time de Madrid no início da temporada 19/20 e jogou por volta de 30% das partidas da temporada, metade delas como titular. Como lateral, não teve boa atuação, passando a ser utilizado apenas como zagueiro.

Com o desgaste dos jogadores pela quantidade de competições, é provável que a partir da próxima temporada, Militão seja mais utilizado.

Outro ponto que ajuda o brasileiro é a quantidade de cartões que Sergio Ramos recebe. O zagueiro espanhol não vai mole em nenhuma dividida, o que o leva a se ausentar ocasionalmente por acúmulo de cartões amarelos.


Vinícius Júnior

Desde que voltou de lesão, demorou um pouco para se firmar novamente, mas jogo após jogo encanta mais a torcida e mostra que tem potencial pra se tornar um grande craque no futuro.

Durante a temporada, o brasileiro disputou 29 partidas, sendo 12 delas como titular, marcou 3 gols e deu 2 assistências. Principalmente saindo do banco, o atacante infernizou os zagueiros, esbanjando habilidade e velocidade. Na vigésima sexta rodada da competição, Vinícius se tornou o jogador mais jovem a marcar no "El Clasico" pela La Liga no século XXI, superando a antiga marca que era de Messi.

Graças as atuações marcantes, o craque foi escalado na seleção dos melhores jogadores jovens (sub-21) do campeonato pelo jornal Marca. Valverde, meia do clube merengue, também foi escalado.


Rodrygo

Rodrygo também chegou ao Real no início da temporada 19/20. Teve seu período de adaptação durante a pré temporada e logo depois já passou a ser utilizado por Zidane.

O brasileiro estreou na La Liga entrando no lugar de Vinicius Júnior e marcou o segundo gol merengue na partida. Na competição, o craque disputou 19 partidas, sendo 12 delas como titular, e marcou 2 gols.

O "Raio" brilhou na Champions League, marcando um hat-trick (3 gols na mesma partida) contra o Galatasaray, mas ainda não tinha se destacado na competição nacional. Porém, teve grande destaque nas últimas partidas da La Liga, sempre subindo com perigo ao ataque, mostrando personalidade e ousadia.

Junto com Vinícius Junior e Reinier, tem grandes chances de ser uma das futuras estrelas do time merengue, visto que tanto Zidane, quanto Florentino Pérez (Presidente do Real Madrid) e a torcida têm grande adimiração por ele.


Reinier

O jovem meia ainda não jogou pela equipe principal, mas recebeu elogios de Zidane após treinar com os grandes craques merengues.

Desde que chegou à Madrid, Reinier disputou três partidas pelo Real Madrid Castilla na Terceira Divisão Espanhola, onde marcou dois gols e deu uma assistência. Mas como a equipe não se classificou para a rodada eliminatória de acesso à Segunda Divisão, não teve mais chances de atuar com a camisa merengue nessa temporada.

Com isso, foi integrado ao elenco do time principal, onde vinha treinando e recebendo elogios, mas recebeu férias nessa reta final da La Liga e preparação para a Champions.

A tendência é que o meia ainda jogue mais partidas pelo RM Castilla antes de passar a ser convocado para a equipe principal, visto que a posição de meio de campo já está saturada de craques renomados.


Após o título da La Liga, o time merengue se prepara agora para a partida de volta contra o Manchester City pela Champions League, que ocorrerá dia 7 de agosto. Na ida, em Madrid, o time espanhol foi derrotado por 2 a 1.


IMAGENS: Twitter do Real Madrid (@realmadrid) e Twitter do Reinier (ReinierJesus_19)

70 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo