• Davi Sampaio

Luiz Felipe Reis, o craque do futsal juiz-forano

Conheça o famoso ‘’Víbora’’, jovem que faz sucesso no futsal regional, nacional e até internacional




O início do sonho


Luiz Felipe nasceu em setembro de 2003, e logo em 2009, quando tinha apenas seis anos, começou sua trajetória no futsal. Seu primeiro clube foi o Sport, de Juiz de Fora, no qual ganhou diversas competições da cidade, como a Copa Bahamas, a Copa Sesc e a Copa AOA. O atleta conta que na época, sua geração do Sport ganhava praticamente todas as competições que disputava.


A continuidade no Sport


Quando Luiz completou 11 anos, em 2012, começou a jogar futebol de campo também no Sport Club, mas sem abandonar o futsal. O jogador relembra que entre seus 11 e 15 anos, ficava a maior parte do dia em seu clube, realizando treinos desses dois esportes, tão parecidos e ao mesmo tempo tão diferentes. E foi nessa época que, além dos títulos que Luiz estava acostumado a ganhar em Juiz de Fora, conquistou também o Campeonato Mineiro sub-11 de futsal e a Go Cup, um torneio mundial de Fut-7, realizado em Goiânia. Luiz Felipe ainda teve a experiência de disputar o Campeonato Brasileiro de Futsal, no Rio de Janeiro.



Experiência em outro clube da cidade


No seu último ano de sub-15, já em 2018, Luiz Felipe seguiu o trilho que a maioria dos jovens atletas seguem: se dedicar ao futebol de campo. Ele atuou pelo projeto da UFJF (atualmente, vinculado ao Tupynambás), disputando o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. Luiz também fez testes no Flamengo e no Cruzeiro, mas não foi aprovado. Apesar disso, o craque encontrou seu melhor momento um ano depois, quando começou a se dedicar integralmente ao futsal.


Totalmente dedicado ao futsal


Em 2019, Víbora tomou uma decisão fundamental para o futuro da sua carreira: parar de jogar no campo e focar apenas no futsal. Ele começou a atuar pelo sub-17 do Clube Bom Pastor, um dos maiores times de futsal de Juiz de Fora, e rapidamente foi integrado ao plantel do sub-20, mesmo com 16 anos. Nesse período, ele disputou o Campeonato Mineiro dessa categoria, que aconteceu em Uberlândia, no Praia Clube, além das tradicionais Copa Bahamas e Copa AOA pelo sub-17.


Experiência Internacional


Ainda quando tinha 15 anos, Luiz Felipe teve sua primeira oportunidade de disputar um torneio de futsal fora do país. Pelo time do Alianza Futsal, dos Estados Unidos, ele participou de um torneio na Disney, e se sagrou campeão invicto, sendo também um dos artilheiros do time. Depois disso, Luiz fez mais outras três viagens internacionais representando o time estadunidense.


Após ser destaque em todos esses torneios, Víbora teve a oportunidade de jogar a maior competição de todas: o Mundial de Futsal, que ocorreu na Espanha. Ele representou o time CT Erik Pereira, e chegou a jogar contra uma das melhores equipes do mundo, o Barcelona.


Representando um dos maiores clubes do Brasil


Com o excelente desempenho no Mundial, Luiz foi convidado pelo também técnico do Joinville, Erik Pereira, a jogar pelo clube, que é reconhecido internacionalmente no esporte. Mesmo com a pandemia do coronavírus tendo limitado os torneios, o atleta foi vice-campeão catarinense em 2020, pelo sub-17. Agora, já em 2021 e no sub-20, Víbora renovou contrato com a equipe sulista.


Recado de Luiz Felipe


Mesmo com apenas 17 anos de idade, Víbora tem uma trajetória extremamente bonita e vitoriosa. Ele se mostra muito grato a todos que sempre o apoiaram e o ajudaram de alguma forma a chegar até o Joinville (família, amigos, treinadores) e diz que sem Deus nada seria possível.


20 visualizações0 comentário

​Nos Acréscimos

  • Instagram - White Circle
  • Spotify

© 2020 todos direitos reservados a Nos Acréscimos. 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now